Concluído,  Drama Chinês

Mysterious Lotus Casebook

EPISÓDIO 01: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 02: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 03: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 04: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 05: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 06: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 07: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 08: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 09: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 10: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 11: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 12: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 13: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 14: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 15: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 16: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 17: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 18: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 19: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 20: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 21: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 22: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 23: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 24: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 25: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 26: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 27: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 28: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 29: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 30: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 31: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 32: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 33: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 34: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 35: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 36: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 37: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 38: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 39: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO 40: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

EPISÓDIO EXTRA: Mega | Pixeldrain | Mediafire | Drive

Estrelando: Cheng Yi e Joseph Zeng

Foto espaço

Como baixar ou assistir online:

Escolha o servidor de sua preferência. Drive, Mega e Pixeldrain são opções que podem ser assistidas online ou fazer download do arquivo. Mediafire é apenas para download. E pronto, é só assistir ou baixar o vídeo. Se houver qualquer dúvida, nos mande uma mensagem em nossas redes sociaisTUTORIAIS EM VÍDEO 💜

Se gosta do nosso trabalho e quer nos apoiar pra manter o site livre de propaganda e encurtadores de link, contribua com a gente no APOIA.se.

莲花楼 - Mysterious Lotus Casebook | The Lotus Casebook legendado em português (PT/BR).

186
50
26
23
25
7
22
4
5
5
6
6

44 Comments

  • Dulcinea Lopes da Silva

    Terminei esse preciosidade!! Fiz muito bem em ter insistido porque até o episódio 22 achei meio arrastado e parei duas vezes, mas como gosto muito de filme de artes marciais insisti e valeu muito a pena, a partir do episódio 23 o drama adquiri um ritmo ótimo e a gente fica ansioso pelo próximo episódio. Amei!! Valeu muito o meu tempo.

  • Cheshire

    Eu poderia digitar linhas e linhas sobre Mysterious Lotus Casebook e ainda seria insuficiente.para descrever a beleza ou analisar seus elementos. Assim como Till The End Of The Moon, essa é uma história marcante, também em grande parte pela atuação e química de seus atores. Li LianHua/ Li XiangYi, o principal dos protagonistas, Di FeiSheng e Fang DuoBing contam a própria história de aprendizado, superação e redenção, onde vemos nitidamente três etapas do crescimento interior: Amadurecimento (com “baby” Fang), Transformação (com Di Fei) e Superação/ Ascensão (com Li Xiang). Como numa sinfonia, as etapas vão sendo executada ao longo da composição que é o relacionamento do trio, em especial dos pares Li/Fang e Li/Di.

    (Daqui em diante pode haver spoiler, teje avisado)

    O enredo usa como argumento a investigação de misteriosos casos que vão se encaixando como peças de um quebra-cabeça, recontando o passado dos protagonistas e cuja solução os levam ao grande desfecho. Embora esse seja o foco da trama, é a amizade dos três que dá a forma da “alma” da obra, o seu pináculo. Apesar de não ser ter recebido o “selo” de bromance, é quase impossível não visualizar alguns elementos que se apresentam com total sutileza durante o desenvolvimento da relação do trio, sobretudo dos mais velhos, Li Xiang e Di Fei, que tem em comum não só a cumplicidade de sua história passada como a complexidade de seu caráter. E não são poucas as vezes em que essa cumplicidade e essa complexidade criam uma atmosfera íntima própria de um casal – certos momentos, como o do câmara nupcial, são sugestivos demais; ou o fato de Li e Di serem retratados como lados opostos de uma moeda, ou melhor, como yin e yang funcionando em perfeita sintonia quando harmonizados entre si. E essa harmonia nasce da sua amizade e compreensão mútua. A obsessão de Li Fei por Li Xiang também não ajuda a pensar diferente disso, e é realmente bonito ver que por trás da sua busca obsessiva floresceu um sentimento muito maior e poderoso – desses que não morrem jamais. O mesmo valendo para o “baby” Fang, cuja forte devoção ao mestre e imenso carinho por esse amigo podem ser descritos como uma bela composição de amor.

    O fim da história, a meu ver, tem sua própria simbologia. O mar e o movimento contínuo das ondas acabam lembrando o mantra recitado por Li Xiang para Di Fei sobre “proteger e liberar” o coração, representando o fluxo do “ir e vir”, do partir e do chegar, o eterno retorno.

    Fica, assim, um final “em aberto”, dando ao espectador a liberdade de sonhar a continuação desejada. Na minha, por exemplo, Li retorna ao convívio dos dois eleitos, Di e Fang, aceitando o quão importante é para ambos (porque se algum roteirista inventar de dizer que ele morreu, também não me custa nada desenhar uma nova história, onde Di Fei parte para o submundo e vira o rei demônio se preciso, só para encontrar o Li, com “baby” Fang fazendo a ponte, #partiu segunda “fantasia no reino imortal e demoníaco,” ora caceta!).

    Infinitas bençãos de Cher e o reino encantado do fandom para Wei Fansub, pelo maravilhoso (e incansável) trabalho de tradução e adaptação das legendas, atualização e manutenção disso tudo aqui.

    Agora é assistir Mysterious Lotus Casebook em loop e aguardar o lançamento de Hero Legends, outro drama com os atores Cheng Yi (nosso “elfo” Li LianHua) e Aero Xiao (nosso “diabão” Di FeiSheng) e sonhar com o milagre que vai ser o lançamento de Immortality, com o Leo Luo e Arthur Chen. Dona China, vô te contar… tu sabe como fazer um sofrer, morrendo de desejo no infinito deserto da paciência.

    19
    7
    • Cris

      Olá!
      Terminei MLC nesta madrugada, e estou me sentindo vazia após esse final agridoce que o roteiro nos brindou.
      Sua review, particularmente, foi o que chamou atenção, tendo em vista que você conseguiu sintetizar a essência do drama de forma tão bela, numa análise dos elementos intrínsecos a cada um dos personagens principais. Aquela velha história de que o amor, algumas vezes pode brotar do ódio, e que os sentimentos de amizade e sinceridade se coadunam e se transformam na mais bela história de amor, sem importar gênero.

      Um drama que entrelaça reflexão de vida por parte do nosso querido Li, amadurecimento e gratidão por parte de Fang e discernimento do que é o certo a se fazer, pelo “vilão” Feisheng.

      E, nem sempre, um final aberto estraga a conclusão da história, pois nos deixa uma margem para imaginarmos o que poderia acontecer com a continuação das vidas de cada um dele. Os otimistas vão desenvolver uma possível cura para o veneno de Li que terá mais anos de vida, da forma que ele escolheu viver, como um médico errante, caminhando em sua Lotus House, plantando ervas, criando remédios e tratando os pacientes que dele precisarem.
      Os mais céticos vão aceitar o final que ele mesmo escolheu, tendo em vista que o próprio Li diz que não se vive eternamente, e é chagada a hora de partir para o submundo, mas antes o mundo das artes marciais voltou ao seu eixo normal.

      2
      • Cheshire

        Olá, tudo bem? Passei por aqui e vi seu comentário ao meu comentário e encontrei uma curiosa simetria na sincronia, pois minutos antes de voltar aqui eu estava no AO3, site de fanfics, fazendo minhas incursões ocasionais, quando me deparei com uma fic linda e tocante sobre o final de Mysterious Lotus Casebook, tendo como foco Di FeiSheng e sua busca desesperada por Li XiangYi.

        Como eu comentei lá, diferente da relação de Li XiangYi/ Li LinHua e Fang DuoBing, a relação de Di FeiSheng e Li XiangYi é complexa. Seus laços são mais antigos, profundos e intensos. Entre eles, há mais palavras não ditas e uma série de sinais e metáforas apontando para um segundo enredo, que acontece nas entrelinhas. Sinais como o fato de Di FeiSheng e Li XiangYi serem opostos (a força interior de Fei é majoritariamente Yang enquanto a força de Li XiangYi é muito mais Yin) mas funcionarem perfeitamente bem quando juntos; ou o fato de a trama principal ter se iniciado a partir do reencontro dos dois antigos rivais. Metáforas como a da Câmara Nupcial, onde os dois passaram a noite; ou o fato de que até mesmo as técnicas de domínio do Qi de ambos se completam.

        Ao longo dos episódios da série, a importância de Li XinagYi para Di FeiSheng muda de perspectiva, indo da obsessão à necessidade. A admiração e o respeito mútuos sempre estiveram lá e Di FeiSheng considera Li XiangYi um igual (o único), mas a aproximação dos dois adicionou a amizade e algo mais, perceptível na troca de olhares e no anseio de Di FeiSheng pelo reencontro – melhor dizendo, desespero. A cena final do último episódio, onde Fei olha o mar enquanto diz “que ninguém pode substituir XiangYi na promessa deles” ganha mais força com as cenas do episódio especial, quando Fei está na floresta à noite, sua espada crivada no chão, enquanto ele segura o cabo da espada quebrada de XiangYi e sofre com a idéia da perda definitiva do “rival” – mas não se dá por vencido e ordena: continuem procurando! Porque o sentido da existência de Di FeiSheng mudou de nome e ganhou outro destino, um que ele vinculou de boa vontade à existência de Li XiangYi.

        Apesar do meu carinho por Fang DuoBing e da sua importância para XiangYi e o desenrolar da história, é a dupla Di FeiSheng e Li XiangYi, em torno do qual Fei parece orbitar, que chama mais minha atenção.

        Tudo em Di FeiSheng é forte demais, intenso demais, abissal. Ele é como uma fênix descansando no centro de um vulcão solitário. Seus sentimentos em relação a ÚNICA pessoa importante para ele, Li XiangYi, não seriam diferentes. É por isso que eu brinquei no fim do meu primeiro comentário sobre Di FeiSheng se tornar um rei demônio, se preciso, para trazer Li XiangYi do submundo: a energia yang de Fei só rivaliza com a sua própria força de vontade, e ambas são imparáveis quando ele mira o alvo.

        Uma segunda temporada é tudo o que eu queria. Que as fanfics me ajudem.

    • Cheshire

      Pode ser que sim, pode ser que não. Quando Di Fei e Fang chegaram na praia, acompanhados do terceiro amigo, o inseparável cão Fox, a reação dos três (incluindo Fox abanando o rabo) não pareceu a reação esperada de quem vê o corpo da pessoa amada desfalecida na praia, mas sim de alguém que realmente está vivo e de pé, contemplando o mar.

    • Lisa

      O drama ñ é classificado como bromance mas se vc quiser shippar tudo bem kkkk é um bol drama so o final q deixou a desejar!

Deixe um comentário